Ao usar seu poder de rebobinar e/ou sua habilidade de viajar no tempo, Max Caulfield cria novas e diferentes realidades que são relevantes no jogo Life is Strange. Estas, algumas vezes, diferem completamente da linha do tempo original com diferentes eventos, personalidades de personagens e fenômenos meteorológicos.

Realidade[editar | editar código-fonte]

Chamada de realidade original, é a realidade que Max segue originalmente, em que ela volta no tempo apenas uma vez para salvar Chloe no banheiro no Episódio 1, "Chrysalis". Está presente durante todo o jogo e além e apenas pode terminar (para Max) com sua última decisão se ela sacrificar Chloe no final do Episódio 5, "Polarized".

Página principal: Realidade

Realidade Alternativa[editar | editar código-fonte]

Chamada de realidade alternativa, é a realidade que Max cria no final do Episódio 3, "Chaos Theory", viajando no tempo usando a última foto tirada por William Price e evitando que ele saia de casa com seu carro e acabe em seu trágico acidente.

Feito isso, várias coisas mudam, em especial William, que continua vivo, e Chloe, que acaba em um acidente de carro que a deixa tetraplégica. Max reverte esta realidade após ver Chloe em seu estado terminal, focando na mesma foto que agora está em um álbum de fotografias.

Página principal: Realidade Alternativa

Realidade de São Francisco[editar | editar código-fonte]

Chamada de realidade de São Francisco, é a realidade alternativa que é criada por Max após ela voltar para o primeiro dia da semana, em que ela informa David Madsen sobre Mark Jefferson e a Sala Escura e entrega sua foto para a Competição Heróis do Cotidiano. Ela também conforta Chloe após o corpo de Rachel ser descoberto e confronta Victoria sobre o vídeo da Kate. Max reverte a realidade após perceber que Chloe ainda está em perigo com a tempestade se aproximando de Arcadia Bay e volta para o dia em que tirou a foto da competição, rasgando-a e acabando de volta na Sala Escura, pois Jefferson queimou seu diário ao ver que ela havia rasgado uma foto que continha muito potencial.

Realidade da Sala Escura[editar | editar código-fonte]

Chamada de realidade da Sala Escura, é a realidade que é criada por Max após ela rasgar sua foto da competição e voltar para a Sala Escura, pois Jefferson queimou seu diário ao ver que ela havia rasgado uma foto que continha muito potencial.

Entre Realidades[editar | editar código-fonte]

Chamados de entre realidades, são os momentos que são limitados por fronteiras fotográficas, como o avião para São Francisco e o momento em que Max tira a foto em seu quarto.

O conteúdo da comunidade está disponível sob CC-BY-SA salvo indicação em contrário.